You are currently browsing the tag archive for the ‘escultura’ tag.

sz3

Katia Suzue, formada em Artes, professora de Desenho de Observação e Roteiro da Artes na Univerdidade Guarulhos.
Artista plástica e urbana, morou no Japão, lugar onde estudou sobre pintura e desenho, foi discípula do mestre na arte de Ukiyo-e Naka Masahiro, e da cartunista no jornal Chunichi Shimbun, Kaoru Naka.
Ao voltar ao Brasil trabalhou durante 5 anos em estudios de Body Art, amante da escultura e da pintura técnicas que também desenvolve com frequência, seu trabalho reflete o fantástico Oriental.
No final do ano de 2005 começou a fazer Grafite, hoje faz parte do coletivo de arte “NOTURNAS”.

sz1

 

Anúncios

GetAttachment

Márcio Faria, brasileiro, nascido em São Paulo em 1979, é escultor de formação e pós-graduado em produção e reflexão em artes visuais pela universidade de Belas Artes de São Paulo.

Nos últimos anos, vem trabalhando com as formas geométricas em  uma pesquisa intensa, envolvendo as questões urbanísticas da cidade de São Paulo, seu desenvolvimento e consequências.

GetAttachment 2

O escultor adotou o ferro e a madeira como matéria-prima para criar, em suas obras, o conflito entre natureza e urbanização; homem e meio ambiente. Partindo de formas geométricas planas,  onde predominam as linhas verticais e horizontais, o artista investiga maneiras de tornar esses elementos ativos no espaço, integrando sua construção ao mundo exterior.

GetAttachment 3

3939822184_1602ef1fb6

Artista Plástico independente, nascido e criado em meio as ruas do tradicional bairro da Mooca na cidade de São Paulo Brasil, local onde vive e trabalha atualmente.
Realiza em seu trabalho um resultado das muitas informações adquiridas ao longo de sua vida.
São pinturas, objetos e esculturas feitos em materiais descartados pela sociedade usados como suporte, dentre outros.
Criou uma linguagem muito pessoal e altamente elaborada que demonstra o domínio de uma técnica sofisticada que vai além daquelas praticadas normalmente nas ruas.
O rico cromatismo de suas pinturas impõe forte impacto no espaço urbano.
Desenhos abstratos, formas geométricas e matemáticas que se articulam e se reproduzem, provocam novas combinações e propiciam ao nosso olhar atento, diversos percursos visuais.
Estabelecendo assim um desafiante jogo de formas e de cores, cria todo um sistema de significados imprecisos e, por isso mesmo, inquietante.
Seus objetos e esculturas remetem ao lúdico, e ao subconsciente do artista, com uma preocupação notória na qualidade de suas peças, que vem complementar o processo de amadurecimento do artista.

328249771_cd6a47b6ac

 

3557977886_1334f4cba5

Equilibrando o bizarro e a delicadeza, o artista plástico Vermelho é conhecido pela nuvem negra que paira sobre sua cabeça. Essa mente perturbada transfere com força toda sua carga expressiva em seus trabalhos com forte influência da street art, de mestres do quadrinho mundial, arte sacra, o princípio da fotografia e o vegetarianismo.

Desenvolve trabalhos de cenografia para cinema, teatro e televisão, exposições pelo Brasil e no exterior, participação em coletivos de quadrinho e street art, ilustrações e editoriais e sua maior paixão que é o grafite pelas ruas que permite o dialogo direto com a cidade.

3558765312_9d0711752b